Você conhece a real importância do aparelho ortodôntico?

22 ago 2017

Você conhece a real importância do aparelho ortodôntico?

O aparelho ortodôntico tem uma função de extrema importância, que vai além de um sorriso bonito e o lado estético, ou social, de seu uso. Ele pode trazer a ideia de um processo demorado e doloroso, de limitações alimentares ou o julgamento premeditado de outros para com o novo sorriso.

Contudo, este é um conceito que deve ser quebrado (“pré-conceito” e preconceito), devido a grande inovação e novos passos que a tecnologia traz na área da saúde bucal. Os avanços tecnológicos trouxeram maior leveza, uma estética muito mais agradável (que pode até passar despercebida) e um conforto sem igual para tendências já cotidianas da área odontológica.

Um outro ponto importante, é a acessibilidade dos aparelhos, tornando-os populares e, até mesmo, divertidos para crianças que irão para a escola com uma nova sensação de “maior popularidade”, ao invés de sofrerem o bullying pela nova aparência.

Este é um outro fator de grande importância: quando é o período ideal para iniciar o uso do aparelho ortodôntico? No caso, não existe uma idade perfeita para tal. O ideal é uma avaliação criteriosa e personalizada de cada caso, onde diversos fatores determinam a necessidade de seu uso ou não. Por isso, a consulta de um especialista é de extrema importância. Mas é importante lembrar, que a melhor fase para tratamentos ortodônticos é a fase de crescimento. Porém, isso não exclui tratamento em qualquer faixa etária.

O cenário ideal é que, desde o surgimento dos primeiros dentes na criança, assim como o acompanhamento pediátrico, por exemplo, a consulta odontológica deve se tornar uma rotina na vida do pequenino(a), zelando não somente pela estética, mas pela saúde como um todo. Se damos grande importância para a saúde de nossos filhos, por que não o fazemos também incluindo a saúde bucal, não é verdade?

Na adolescência, com a chegada da puberdade, ocorre a calcificação dos ossos da face, onde, por volta dos 13 anos, a unificação está praticamente completa. Nesta fase, podemos ressaltar uma data importante e o período ideal para o uso do aparelho focando a correção e manutenção de um sorriso bonito, para uma boca saudável. Isso evitará problemas futuros que, em muitos casos, poderão ser corrigidos somente através de cirurgias na vida adulta. Ou seja, é sempre melhor precaver.

Contudo, não significa que nesta fase serão necessários, em todos os casos, aparelhos complexos. Dependendo do caso, da necessidade de alinhamento e outros fatores identificados pelo profissional da área, aparelhos leves e transparentes ou materiais cerâmicos da cor do dente poderão ser uma opção. Uma grande novidades é que, com o citado avanço da tecnologia, os aparelhos extra bucais são dificilmente usados na atualidade.

O não uso do aparelho quando necessário, pode resultar em diversos problemas que acabamos acreditando serem oriundos de outros fatos, por desconhecimento ou por não dar a atenção devida às causas reais:

  • Dores de cabeça e na região do pescoço;
  • Síndrome da ATM (Disfunção da Articulação, o qual falaremos mais futuramente);
  • Mal estar, alteração de humor e desconforto, principalmente durante mastigação e refeições;
  • Baixa autoestima perante a imagem imposta em ambiente social e na convivência tanto profissional, quanto pessoal, por exemplo;
  • Desgastes nos dentes e dores musculares (mordida profunda, quando os dentes superiores cobrem quase ou na totalidade os dentes inferiores, entre outros casos de posicionamento);

Como vimos, o aparelho ortodôntico não apresenta apenas uma função estética mas, em muitos casos, pode ser a solução para dores e a saúde bucal que evitará futuras cirurgias e desconfortos.

Quer saber mais ou avaliar sua necessidade ou não para o uso do aparelho? Fale com a CS Odontologia e faça sua Avaliação sem compromisso.

 

Deixe um comentário